domingo, 15 de maio de 2011

O Transtorno Bipolar

  • Trata-se de um problema de saúde pública;
  • Afeta na sua forma mais grave, o Transtorno Bipolar tipo 1,  1 a 2 % da população geral e nas formas mais leves, inclusive o Transtorno Bipolar tipo 2, até 10% da população geral ao longo da vida;
  • Trata-se de uma doença crônica, que pode durar a vida toda;
  • Afeta tanto o paciente quanto a sua família porque se inicia na adolescência e em geral isso é esquecido pelo paciente;
  • O diagnóstico precoce é difícil e é fundamental porque desta maneira se previne as depressões futuras e as comorbidades por exemplo as relacionadas ao uso de substâncias inclusive álcool e drogas e os Transtornos de Ansiedade que são complicações advindas do curso da doença;
  • É passível de tratamento e quanto mais cedo o diagnóstico, mais será possível diminuir o impacto e previnir desfeixos letais como o suicídio ou doenças médicas outras;
  • O tratamento é feito com medicamentos estabilizadores do humor.

2 comentários:

Carmem disse...

tenho uma sobrinha em surto psicotico ja faz 3 meses ela ten 19 anos nao usa drogas nunca usou ela tinha um namorado batuqueiro da naçao e ia junto com ele a gente falava ele nao ouvia e derrepente ela entou nesse mundo e ainda nao saiu ja passou por 10 psiquiatra e nao tem um que acompanhe seu dia dai e isso me preocupa gostaria de saber o que fazer para ajudar ela.

Tchela Mascarenhas disse...

oi doutor,sou bipolar,e a cada dia estou me afundando,estou em crise,e não
consigo me mexer,estou com medo de tentar me matar de novo. os problemas familiares me atingem muito,minha cabeça está confusa,essa crise está demorando de passar.eu só tenho que agradecer o q senhor fez por mim.