terça-feira, 25 de setembro de 2018

Sintomas do Transtorno de Ansiedade:

Estado de Expectativa, Antecipação Sensação de que algo ruim pode ou vai acontecer, apreensão, sobressalto, sensação de perigo, medos, insegurança, alerta ou hipervigilância, mente inquieta. Isto leva a:

· Tensão Mental -  na forma de preocupações, imaginando,  antecipando ou aumentando a dimensão dos problemas.

··  Alterações do sono: Dificuldade de desligar a mente dos problemas e relaxar o corpo, comprometendo o sono, despertares frequentes, pesadelos, mal dormir e acordar cansada ou angustiada

·  Cansaço – com sensação de baixa de energia, lentidão física e fraqueza mental, procrastinação

·    Dificuldade de concentração - (foco) – com impacto no raciocínio e na produtividade nos estudos e/ou trabalho, desatenção,"esquecimento", desorganização

·  Afeta o Humor – com irritabilidade, impaciência, pavio curto, rispidez, intolerância, nervosismo, podendo agravar e evoluir para depressão. Neste caso vem o choro fácil, perda de prazer (desânimo), desinteresse, tristeza, pessimismo e baixa de energia, isolamento, pensamentos negativos e outros sintomas depressivos

·  Sintomas psicossomáticos – Tensão muscular: ombros e pescoço contraídos, podendo gerar cefaleias tensionais, bruxismo (ranger ou apertar os dentes), dores no corpo, nas costas, tensão no tórax. Digestivos: boca seca, bolo ou nó na garganta, acidez, azia, gastrite, náuseas (enjoos), aumento ou redução do apetite, refluxo, cólicas, aumento da vontade de evacuar, diarreia ou prisão de ventre, aumento da frequência urinária. Cardiorrespiratórios: Taquicardia, palpitações, arritmia, aperto ou angústia no peito, picos de pressão alta (sem ser hipertenso), falta de ar, respiração curta, acelerada ou presa (sufocamento), tonturas ou vertigens (confundidas com labirintite), tosse nervosa, rouquidão. Periféricos: mãos e/ou pés frios ou suados, calafrios, calor, sudorese excessiva, tremores (mãos, pálpebras, "interno") ou abalos nervosos,  formigamento nas extremidades. Comportamentais: roer unhas, sacudir a perna, arrancar ou mexer no cabelo, passar a unha ou morder a cutícula ou a pele do dedo, falar excessivamente, agonia ou pressa para resolver tudo rapidamente.

  Causas emocionais - Ligadas à personalidade: Perfeccionismo, autocobrança excessiva, rigidez, baixa autoestima, conflitos psíquicos, traumas do passado e crenças disfuncionais ("não posso relaxar, senão algo ruim acontece", " e se ocorrer algum imprevisto?", "Tenho que me preocupar com tudo").

Causas ambientais - Estresse, pressões, excesso de atividades.


    Causas genéticas - 


    Fábio Pires

Nenhum comentário: